terça-feira, 16 de junho de 2009

:: Disse Rebeca III: das intimidades



* Queria dedicar esse post a mamãe, que ontem me disse assim no skype: "vou fazer um comentário de vó careta, mas... Mariana, chega de falar de pinto no blog, né?! Já deu." *


Mãe, eu tento. Mas o assunto rende, olhaí. É falar de pinto e a mulherada se assanha toda nos comentários. E depois, eu não posso perder a chance de botar a Rebeca na roda de novo, apesar de ela tentar escapulir.

Pois bem: Rebeca está curiosa sobre a nomenclatura das partes baixas. Perguntou que nomes vocês mães usam na hora de ensinar os pequenos.

Eu gosto de pinto (haha, mamãe deve estar querendo morrer...). Acho simpático e permite variações carinhosas como pipi, pipiu e etc. Agora, os nomes que se aplicam às partes das meninas são muito feios. Tão feios que nem consegui usar aqui, percebam, escapuli com o velho truque do "as partes". Então, para efeito de post, vou chamar "a parte" de Catarina - nome de rainha! - que é bonito, imponente e digno, como ela merece (atenção Catarinas, isso é uma homenagem! Acho o nome lindo, mesmo!). Porque o que falta nos nomes das Catarinas por aí afora é justamente isso, dignidade. E respeito. E classe.

Bom, pulando os nomes científicos, o nome clássico, equivalente direto de pinto, é xoxota (god!, tenho até pudor de escrever). Horroroso, deselegante, me lembra alguém de galocha pisando num charco, ou coisa parecida. Uma coisa meio onomatopéica-pejorativa, sei lá. Acho péssimo. Já perereca é muito comprido e um pouco zombateiro, quase ofensivo (há uma distância enorme entre pinto e perereca, em termos de fauna. Por que os homem ganham um paralelo com uma ave fofinha e felpuda, e as mulheres com um anfíbio nojento e sem carisma? Não faz sentido.). 

Variações como pequeca (da Paloma) ou pepeca (da Cinthya) são bonitinhas, mas têm o conceito da perereca por trás, no me gusta, soy contra! Rosinha, muito infantil. Florzinha, muito carola. Racha, muito gay. Xereca junta xoxota com perereca, ou seja, ruim ao quadrado. Prochaska é legal, mas é uma piada interna televisiva que não deve fazer sentido pra muita gente (pra quem não sabe, vou resumir: carnaval de 84, a atriz Cristina Prochaska cobrindo um baile de carnaval com uma anônima desnuda rebolando por perto. Pra manter o nível, diretor diz pro câmera: fecha na Prochaska!. E o câmera fecha na "prochaska" da pelada. E assim começa a cobertura de carnaval de bom gosto tal qual a conhecemos hoje. Fim.). Fora isso, abundam os termos chulos e muito sexualizados que não vou nem escrever aqui porque esse blog é família - fora que já dei material demais pra buscas pornográficas no google, basta, morro de medo de tarados de internet. 

Resumindo: não há um nome suficientemente bom para designar nossas intimidades com a dignidade que elas merecem (ou então eu que sou uma louca reprimida e preciso de terapia djá pra lidar com uma sexualidade mal resolvida). E não vou ensinar Alice a chamar a Catarina dela de Catarina, seria ridículo. Então acabo chamando de xoxota mesmo, por falta de coisa melhor. Mas odeio. E aceito sugestões!

E vocês, chamam como?

Ah, a Paloma tem uma dica literária sobre o assunto, aqui.


(Viu, mãe? Eu nem falei tanto de pinto dessa vez...)


47 comentários:

  1. totó.

    minha mãe me ensinou esse :)
    acho xoxota muito feio.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mariana!

    Visito o blog há algum tempo, foi a minha prima Aline que me indicou, (acho que ela é sua amiga), mas nunca comentei antes...
    Meu nome é Ana Paula, sou mãe do Fred, Lipe e Maria Fernanda, respectivamente com 8, 6 e quase 3 anos.
    Seu blog é uma delícia, já li do começo ao "fim" e morri de rir por várias vezes...
    Bom, mas respondendo a pergunta do momento, acho bonitinho chamar de cachufla (se pronuncia cathufla). Tenho uma amiga argentina e ela chama assim, (me contou que na Argentina chamam assim). E também vulva. Bom são 2 palavrinhas que me sonam melhor...

    Se quizer me visitar tb tenho um blog, que não é exatamente de maternidade, embora tenha histórias das crianças tb. Será um prazer!
    http://apaulaiama.blogspot.com

    Um beijo,
    Japa

    ResponderExcluir
  3. mari, amei o post! minha avó chamava de "pombinha", que é fofo e tem uma ligaçnao indireta com pinto. beijos, gi (se eu chamasse catarina eu estaria meio brava, hahah!)

    ResponderExcluir
  4. Olá Mariana! Cheguei aqui por meio do link que a Paloma colocou no blog. Estou me divertindo MUITO com tudo aqui, seu texto é leve e engraçado. Bolei de rir com a questão do parto (eu passei pelo mesmo constrangimento quer dizer, foi maior, hehehehehehe)
    Filha de argentina que sou nunca ouvi a cachufla, mas achei bonitinho. Ainda bem que por aqui só temos meninos, mas é bom já ir pensando na nomenclatura caso o proximo seja menina, né?

    ResponderExcluir
  5. hahahaha demais mari. adorei. minha mama chamava de "pitica"rsrsrs bj

    ResponderExcluir
  6. Aqui no Nordeste, o da menina é pipiu ou bibiu e do menino é pitoca ou piloca! hahaha

    Adoro seu blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Para pinto, gosto de piru. Piru é debochado e engraçado tal e qual os pintos são.
    Para xotas, não ecxiste nome melhor. Princesinha talvez? Vovó falava princesinha.
    Mamãe chamava de concha, conchinha. E o pior é que dizia que tinha pérola e tudo. Afff...
    Ou conho, mas conho em espanhol é muito feio né?

    Então, não sei, eu fico com o piru mesmo.

    ResponderExcluir
  8. oi mariana, sou mariana tb!
    moro na argentina e conheco a cachufla sim! ahaha foi uma das primeiras palavras que aprendi em castellano.

    minhas primas pequenas la na bahia (alo pessoal, beijao pra vcs!) chamam de ICA e eu acho bonitinho.

    obs: nossa! a palavra codigo que apareceu preu digitar foi PARIA. verbo parir, minha gente!

    ResponderExcluir
  9. Eu chamo de bimba. Aprendi com a mae de uma amiga minha. A família toda dela chama assim.

    É meio italiano, eu e minha bimba nos identificamos.

    ResponderExcluir
  10. Vc já asssistiu ao filme francês "A culpa é do fidel?" não sei o nome no original. Tem dois irmãos no filme, uma menina e um menino que chamam suas partes íntimas de Zizi e Zezé...Será que é alguma expressão francesa?

    ResponderExcluir
  11. Olá! Sempre leio mas nunca comentei. Acho que essa é uma boa oportunidade: minha mãe chamava de pixirica, e com o tempo, passamos a chamar de mixirica (parecendo com a fruta mesmo!!!)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. muuuuito bom!!! olha, tem uma palvara boa pra catarina: perseguida!!! ja que e mesmo, não é verdade??

    ResponderExcluir
  13. Rebeca de filme tostado16 de junho de 2009 18:31

    Amo muito tudo isso!!!

    ResponderExcluir
  14. Ahaha, ótimo botar a discussão na roda! Tá vendo quantos nomes apareceram?

    Tenho uma amiga em Salvador que ensinou a filha a chamar de cocota. Acho neutro, mas optei por não usar.

    Mas o pior que já ouvi foi baratinha. Medo!

    ResponderExcluir
  15. Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!Tô feliz!

    Amei a visita e o comentário...
    agora só falta mandar a passagem para Paris(rs)!
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  16. hahaha! divertidíssima essa sequência de posts! (a sua mãe que me perdoe!) aqui em casa andamos pelados, tomamos banho todos juntos, mas ainda não estamos na fase das perguntinhas difíceis dos pequenos... mas caio já ensaiou falar pipi...
    sobre a nomenclatura das partes baixas femininas... hehehe... tinha uma amiga que falava "bucileide", depois até virou apelido dela!!! pros íntimos, era "buci"... hahahah!

    ResponderExcluir
  17. Adoro seu blog, nunca comentei mas leio sempre!

    Um nome que eu acho válido é xãna. Eu chamo assim... hauhauha.

    ResponderExcluir
  18. hahahaha, demais essa post. Só estou chocada pq achei que o nome que eu uso fosse mais comum e no entanto ninguém mencionou - eu chamo de periquita! Acho bonitinho e fácil! Minha mãe tb falava pipita, mas eu sempre falei mesmo piriquita (pq a pronúncia é com i mesmo) rsrsrs!
    E pra menino eu falo pipi ou pinto mesmo!
    beijos, Re

    ResponderExcluir
  19. Xoxoca é melhor que xoxota né?
    Bibica tbm falamos aqui em casa...
    Bjs
    Laura Caldas

    ResponderExcluir
  20. Não sou mãe, mas sou professora.. então..
    Eu chamo a minha de Sheila. rsrs. Tá.. é ridículo! Mas eu sou ridícula mesmo.
    E a das crianças, chamo de periquita. Ou, apenas "quita". É isso.

    Tenho P.A.V.O.R. de xoxota.. e "racha"... os amigos gays já me chamam assim..

    ResponderExcluir
  21. Quando o assunto é pinto a mulherada fica louca, hahahaha!
    Eu nunca chamei a minha de nada e ainda nao tenho filhos, mas tem uma amiga minha que chama a dela de popoca, acho engraçado.

    Obrigada por me linkar, Mari.
    Beijos em ti e na Alice coisa fofa.

    ResponderExcluir
  22. M O R R I com a história da prochaska hahahahah!!! CHOREI de rir!

    CERTO q vou adotar esse nome!

    mas pra falar com filhos, realmente achei zizi e zeze, que a Juliana citou, bem simpaticos =) alias, recomendo fortemente o filme!

    ResponderExcluir
  23. Eu também sou da Periquita - tão peluda e fofinha quanto o Pinto, e todo mundo sai cantando ;-)

    Keiko

    ResponderExcluir
  24. Olha, minha mae quando a gente era pequena ensinou florzinha, e isso foi complicado, toda vez que falavam florzinha na escola a gente quase pulava da cadeira pq achava que falavam da nossa florzinha, uma merda!hehe
    Eu chamo as meninas aqui de pererecas, mas a vagina eu chamo de pexequinha (pexereca seja la o q for isso!hehe) ou "minha menina" minha menina eh mais quando me refiro a minha, a Amanda ve e fica "wow" ela eh estranha, ai eu falo q a menina da mamae ja eh grande, por isso eh assim!hehehe

    Essas conversas de intimidade sao hilarias, mas aqui eh o pais das mulheres, o homem da casa nao reina, entao pintos por enquanto nao estao muito na preocupaçao dela!hehe

    Quanto ao xoxota, eu acho feio demais, soa vulgar, gosto nao!hehe Ver minha filha repetindo isso ia doer na alma!hehe

    Complicado, ne?

    beijocas!

    ResponderExcluir
  25. Assim como a Renata que postou antes, eu chamo de periquita e a Laura morre de rir.
    Bjo
    http://peloscotovelosecotovelinhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Ha ha ha!! tive que voltar a comentar ... assunto rende e rende e rende...Bem, aqui em casa ta definido "pilinha" os portugueses chamam de pila: o pinto...
    Quanto a "Catarina" na infância aprendi minha mãe me ensinou "cocota" , "cocotinha" uma variação mais bonitinha da tal Xoxota!!

    beijos

    ResponderExcluir
  27. Rolando de rir! E lembrando de uma amiga que chama a "ditacuja" (sinônimo para "as partes")de perseguida até hj.!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  28. Leticia lillot@hotmail.com17 de junho de 2009 12:31

    Achei seu blog há pouco tempo, mas perco horas no serviço só lendo aqui!!!!
    Adorei a comparação do pinto e da perereca...pq o nosso tem que ser associado a uma coisa nojenta? rs
    Eu chamo de perereca, mas quando era mais nova chamava de "binda"...Tbm conheço quem chama de "pepa"
    No meu caso, tenho um menininho...E prefiro pipi...Mas ele ainda é tão novinho...não penso muito nisso!
    Parabéns por tudo q escreve!
    Beijão

    ResponderExcluir
  29. Ai, minina, tava também tentando decidir que nome eu ia ensinar pra criança... Daí fomos pras aves, né, já que o do menino é pinto, o da menina podia ser periquitinha... Daí, ela mesma resolveu o meu problema e começou a chamar a dita de "pitita". Achei fofo e adotamos.

    ResponderExcluir
  30. PROTESTO!!

    catarina é o nome da minha futura filha!
    ela já existe no mundo imaginário!
    já ouvi outros nomes de mulher pra isso mas tb já vi muitas crianças zuando outras por conta disso!

    eu sou a favor de pênis ou pinto e vagina.
    por que ninguém inventa apelido pra olho, nariz ou mãos?

    sou a favor de dar nome aos bois mesmo!

    só chamo a minha de vagina mesmo (mesmo que não seja tão anatomicamente correto :)

    bjuss

    ResponderExcluir
  31. Aqui na Espanha, além de coño também se usa concha (contcha), apesar de que Concha é um apelido para Concepción, um nome antigo meio comum. Mas na Italia era comum chamar pelo nome de uma fruta qua podia ser por exemplo o figo. E à periquita, xota, xereca ou perseguida se chama figa. É carinhoso e sugestivo, apesar que que no uso já ficou um pouco vulgar. Eu acho válido encontrar um nomezinho simpático, assim as meninas aprendem que a xô é parte da gente - e que parte! Para a Luiza do protesto, o nome certo é vulva. Vulvinha entao seria uma boa opçao...

    ResponderExcluir
  32. Oi Mariana,
    fui aluna da sua mãe ano passado na época em que vocês se mudaram pra Paris, e ela sempre falava do seu blog "agora tem até filminho da Alice!". Entrei pra conhecer Alice e acabei adorando a sua maneira de escrever, nunca tinha comentado, mas não podia deixar de comentar esse post! Rachei de rir e agora tinha que comentar!
    Realmente, os nomes são muito feios, há alguns anos desisti de chamar de xoxota, que foi como fui acostumada a chamar desde pequena e até hoje não achei nenhum que eu gostasse... uma amiga resolveu chamar de "Xú"... mais uma opção!
    beijos!

    ResponderExcluir
  33. Mari, é impressão minha ou ninguém chama ela de "perereca"? Nossa, aqui na minha região este é o nome mais comum da coitada! Ah...e, lá em casa, chamamos de perereca e pipi. Bem normal!
    PS: só consegui escrever este comentário depois de umas duas horas rindo do post! Só vc mesmo! Adorei!

    ResponderExcluir
  34. Aqui a gente apelidou de "forninho", hehehe. Começou com uma brincadeira de que a mamãe (no caso, eu) estava assando um bebê no forno. Ok, a localização anatômica não é exata, mas era uma brincadeira mesmo, mas o apelido pegou ;)

    ResponderExcluir
  35. BZ,
    risos e nomes à parte -- a minha chamo de "ela", feminino à beça! --, confesso que a ideia de juntar nomes "das partes" com crianças e banhos com os pais me deixam meio desconfortável... Sei que é natural e tal, só não é algo que me ocorre com freqüência quando planejo a maternidade! : )
    Mas é bom ir pensando no assunto...
    Isso é que é blog educativo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Hehehe. Lá em casa ficou perereca mesmo. Marido chama de xereca. Mas a Julinha, adotou o perereca.
    bjos

    ResponderExcluir
  37. Bom, Mariana tem a opção periquita, é uma ave também. Colorida e barulhenta rsrsrsrs. Daí voce pode diminuir e chamar de quita ou, sei lá.

    Bjoo

    ResponderExcluir
  38. Mariana,
    simplesmente espetacular!
    Chamamos de pipinha!

    ResponderExcluir
  39. Cheguei aqui por acaso mais estou morrendo de rir, muito bom.

    ResponderExcluir
  40. OI Mariana...
    Bem... comecei a ler seu blog tem uns 2 dias... Encontrei mega por acaso e amei! (apesar de não ter filhos e nem estar perto disso).
    Bom... Um nome bom para as partes femininas é "Lilica" Ou "Leleca". Gostou? Funciona com minha sobrinha de 4 anos! As vezes usamos o abreviado: Lelé! heheheh! Então... outra opinião, né? Nunca é demais nesses casos!
    Um abraço. Priscila

    ResponderExcluir
  41. Mari:
    Sei que estou quase um ano atrasada...mas conhecí seu blog ontem...isso...ONTEM! Cheguei aqui pelo da lalita, que nem lembro como cheguei lá...
    Enfim...Estou desde ontem lendo do comecinho...
    AMEI seus textos e sua forma de escrever.
    Só ia comentar no post mais recente, mas não resistí a esse aki!
    Sei que vc está agora esperando um menininho...e queria dizer que minha mãe usava "pistola", pro pinto e "pipoca" pra minha "Tikinha"(é assim que chamo ela hoje..hehe)
    Pistola é o máximo...eu ADORO...
    BJSSSSS

    ResponderExcluir
  42. quando cheguei na adolescência aprendi com uma amiga a chamar de princesa (a va-jay-jay) e principe (o bilau em si). Acarretou então toda uma nova linguagem anatômica: As bolas agora eram as jóias da coroa, o cú estava na periferia dos principes e princesas então era o plebeu, e todo o conjunto chamado de reino. Sabe que funcionou quando a gente foi passar pra os rebentos? E nem fica tão feio de se falar em público (o que sempre acontece), e eles conseguem diferir dos personagens em si.

    ResponderExcluir
  43. Estava aqui eu com a senhorinha inglesa que mora em mim terminando um tricô de uma encomenda lendo os arquivos do seu blog e rindo alto sozinha na madrugada.

    Até que eu me deparo com esse post, gargalhei tanto que perdi meus pontos da agulha. Fiquei imaginando quando a minha mãe vai me soltar uma dessas no Skype.

    Terminei o tricô, não podia não te deixar um comentério afinal seu blog me divertiu muito nas últimas horas.

    Da tbm radialista(me formei em 2007 na FAAP) mas nunca trabalhei e nem quero trabalhar com RTV cheguei no seu blog há uns meses atrás pela fofinha Camila(@madamenovais) que muito em breve vai contar outras tantas histórias engraçadas quando a Nina chegar.

    ResponderExcluir
  44. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  45. Tivemos uma babá em casa que chamava a periquita de bebélo. No masculino mesmo. Bebélo.
    Para nós que só falávamos xoxota, foi bom, haha. A babá nao trabalha conosco há decadas, mas continuamos falando bebélo. Amigos nossos nordestinos falam priquito, morro de dar risada, mas acho terrível!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails