quinta-feira, 11 de setembro de 2008

:: A vida lá fora


Paris é o paraíso encantado das crianças. Pra quem vem de São Paulo é um choque.


Quem já tentou sabe: dar uma volta de carrinho em SP é mais difícil que correr o Rally dos Sertões. Buraqueira danada, raízes que brotam do chão, calçadas sem rebaixamento, motoristas mal educados, e por aí vai. Passear, pra Alice, era entrar no carro e ir pra casa da vó, tia ou algum amigo. Ou no Parque Villa Lobos, pra dar umas voltas na pista de corrida. E olhe lá.


Já aqui é uma loucura. Primeiro porque é uma cidade pra ser andada a pé (ou de bicicleta!) – e eu que não dirijo enlouqueço em lugares assim. Depois, entra-se de carrinho até no metrô. Os carrinhos aqui são super leves e tecnológicos, com mil peças e acessórios criados com dois objetivos: garantir a portabilidade (ui, que eu falei bonito agora!) e enfiar o maior número possível de crianças dentro de um só.


Assim:

-       A criancinha número 1 vai de pé num skatinho acoplado na parte de trás.

-       A número 2 senta numa cadeirinha e vai de costas.

-       A número 3, menorzinha, deita na poltroninha – o que pra gente seria o carrinho propriamente dito, com o banco convencional.

-       E a número 4, recém-nascida, vai pendurada numa rede de tecido que pende do encosto da cadeirinha do número 3.

Tudo isso, atenção, em um único carrinho, empurrado por uma única mãe! Deu pra sentir o drama? Ok, confesso que quatro crianças assim de uma vez eu não vi. Mas vi todos os acessórios citados acima, e muito mais. Imagino que o planejamento familiar daqui seja todo feito em cima disso, Mais um filho, querida? Melhor não, o carrinho já está lotado.


Enfim, me alonguei falando de carrinhos mas o principal assunto aqui é outro. É como a gente é carente de espaços públicos no Brasil. Pra não generalizar, falo por São Paulo. É de um interior a outro, quase sempre. De casa pra outra casa, ou pro restaurante, ou pro shopping, sei lá. Pouquíssimas vezes a gente sai andando com o bebê rumo a um parque, uma praça, um canteiro florido num canto de rua. Quando vai, é de carro.


Eu tô aqui há 20 dias. Nesse tempo, Alice já visitou 2 jardins loucamente floridos, brincou num parquinho com chão emborrachado, viu várias fontes com patinhos, sentou num tanquinho de areia, andou de ônibus, andou de metrô, andou de barco, cruzou a ponte, dormiu à tardinha em praças e viu cangurus. Provavelmente esteve mais ao ar livre nesses 20 dias do que em um ano em São Paulo.


Pois esse é o cotidiano dos bebês daqui. Não só dos bebês, de todo mundo. Os parques e praças ficam lotados no fim da tarde, com gente espichada pelos gramados pra estudar, ler, bater papo ou tomar vinho comendo croissants. A cidade é de uma civilidade absurda nesse sentido. O espaço público é planejado, e funciona. É de matar de inveja, né não? Nem é tanto inveja, é admiração. E uma baita torcida pra um dia isso virar realidade pra gente também.

 

Agora, algumas fotos ilustrativas para o vosso deleite:


Essa foto é boa porque contém muita informação: um pai bonitão, um bebê desconfiado porque nunca viu um parquinho na vida, um chão GENIAL todo emborrachado, um carrinho hi-tech (ainda que um tanto pequetito) e uma ausência de bunda à francesa.


Aqui a pequena Alice ensaia seus passinhos e a ausência de bunda foi trocada por uma avó em júbilo, o que achei válido. O chão GENIAL está mais visível, notem. É emborrachado, gente!


Aqui eu tô pagando de gatinha. E tem um castelinho desfocado ao fundo, reparem bem. Mas a idéia é mostrar que as pessoas sentam na grama e lá passam metade do dia.





13 comentários:

  1. tô correndo que nem louca, nem li, tá? mas, tenho que comentar que essa foto sua com a alice estpa LINDA DE MORRER. depois venho ler e comento, beijos.

    ResponderExcluir
  2. aiiiii!
    deu uma deprêzinha agora...
    o primeiro mundo é fantástico né? e a gente aqui só faz trabalhar... aiiii!

    ResponderExcluir
  3. Faz diferença um lugar bem pensado, bem planejado, bem executado e principalmente, bem usado! É muito legal ver as coisas acontecendo! Desfruta muito de tudo isso, swetie!

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  4. Ia mesmo falar a mesma coisa que a Ju. Vc está linda de morrer nesta foto...

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Bz, que vida mais gostosa! Falando de espaços públicos lembrei do Rio, que apesar dos pesares, é bem melhor que SP nesse sentido... Tantas mães com os babys na praia de manhã! Fica até engraçado, as vezes, uma fileira interminável de carrinhos enquanto as mães ou babás estão com as crianças na areia do Leblon (assim elas já pegam anticorpos pra uma vida inteira!)
    Obrigada por colocar o ih, casei! nos blogos amigos! Fiquei super feliz.
    Grande beijo, Fê

    ResponderExcluir
  6. Aiiii que delicia!!
    APROVEITA!!!!

    bjo

    ResponderExcluir
  7. vou ter que defender meu país, tá? me deu até vontade de fazer um post, quando eu tiver com um pouco mais de tempo. eu sei que primeiro mundo é primeiro mundo. mas, cara, eu saio de carrinho com o ian TODO DIA, numa boa. e só aqui do lado da minha casa tem duas pracinhas incríveis, que frequentamos MUITO. eu também não dirijo e concordo que é quase impossível sobreviver assim em SP, mas, sem querer ser bairrista, aqui em pinheiros dá numa boa. pronto, falei. precisa defender. rá. aproveita aí e quando voltar eu te levo para passear, tá? beijos gatona

    ResponderExcluir
  8. lindas de morrer...e de matar de inveja nós formiguinhas trabalhadeiras!!! hahahahahhaa
    que delicia hein BZ!!! quero aproveitar esse seu post pra animar as mães que são contra viagens internacionais de férias com bebes!!! Eu viajei quando a Nina tinha 7 meses e foi a melhor viagem da vida...tudo bem que ela não vai lembrar mas só de ver ela aprender a engatinhar no Central Park....já é uma delicia!!!!
    SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    BJSSSSS

    ResponderExcluir
  9. Ai, Mariana, pirei nesse chão emborrachado!!!! Dá pros babies tomarem suas (recorrentes) quedinhas sem causar pânico nas mães.

    E engrosso o coro: tá bonitona na foto!

    ResponderExcluir
  10. QUERO METADE DO DIA NA GRAMA!!!!
    Que inveja!!!!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei tão encantada com a Alice de chiquinhas, que nem reparei no fato da pequena estar dando seus primeiros passinhos.

    Esperta essa menina, pq. tentar andar e cair de bunda em chão emborrachado é outra coisa!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Nossa, como você é linda...nunca tinha visto foto sua! Linda, linda, linda!!!

    ResponderExcluir
  13. Voce é muito linda, ate entao so havia ouvido sua voz e atraves dela te conheci..

    Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails