quinta-feira, 29 de julho de 2010

:: Eu escrevo porque...


Ganhei esse selinho da Flá (mamãe sabe tudo) e da Pati (coisas de mãe). Brigadão, meninas! E aí, por que diabos a gente decidiu ter um blog e dividir várias coisas da nossa vida com quem quiser saber?

Pra mim o ponto é justamente esse, o quem quiser saber. Eu escrevo porque sou mãe, e mãe gosta pacas de falar do próprio filho. Considerando que nem todo mundo gosta de ouvir a gente tagarelando descontroladamente sobre só um assunto, achei por bem escrever um blog e falar só pra quem se interessa (outras mães, claro!), sem correr o risco de perder meus amigos como minha monotemice entediante. Ainda saí e no lucro e ganhei amigos novos por conta disso, olha que maravilha!

E você, colega, mulher e mãe (ou não), é blogueira por quê?

***

A promoção SportsOn ainda está rolando, minha gente!

Dias dos pais tá aí, hein? Pra quem carece de idéias de presente feito eu, fica aí a dica: tênis novo - e com desconto - é sempre bom... aproveitem!

11 comentários:

  1. Oi Mari! Então, eu escrevo primeiramente porque sempre quis manter minha família e amigos informados sobre nossa vida longe deles e ter um registro das nossas aventuranças por aí (eu tenho péssima memória, se bobear nem me lembro o que almoçei ontem hehe). Foi aí que nasceu o newhomecanada.blogspot.com.
    E foi pela mesma razão, a distância, que virei duplamente blogueira, criando o myrelentlessmind.blogspot.com, blog que trato como minha melhor amiga (já que as que eu tinha ficaram no Brasil), pra quem conto minhas angústias, conquistas, alegrias e daqui pra frente, a vida de pré-maternidade e logo, maternidade!
    Bom restinho de semana pra ti!
    Adri

    ResponderExcluir
  2. No início resolvi abrir um blog porque achei que minha segunda gravidez ia ser difícil por não ter sido planejada e eu bem nesse ano começar a estudar. Ganhei finalmente a bolsa integral com que tanto sonhava..imagina o baque! Mas agora que já estou prestes a parir (coisa de duas semanas ou menos até) vejo como passou rápido e como foi bom! MInhas notas na faculdade não estão lá aquelas coisas, mas só o fato de eu conseguir começar e já estar no terceiro bimestre apesar de toda falta de incentivo de quase o mundo inteiro..rsrsr..isso por si só já é uma vitória!..Falando nisso, o "pra quem quiser saber" é ótimo..adoro seu senso de humor..sempre rio sozinha qdo fuço seus posts...bjinhosss

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari,
    eu ainda não sou mãe (estou planejando só para o ano que vem) e conheci o seu blog através da Adriana que antes era noiva e agora também é mãe. Me encantei pelos seus textos e pela Alice. Desde então sempre passo por aqui e adoro ler suas histórias de mãe!!!
    Não tenho blog, pois acho que não escreveria tão bem assim e ninguém iria se interessar. Bom, quem sabe...quando eu virar mãe pode ser que mais essa certeza acabe....
    bjos, Carla
    PS: vc já decidiu o nome de seu filhote?

    ResponderExcluir
  4. Mari, uma das razoes eh poder trocar experiencias com outras maes ou mulheres. Desde que conheci a globosfera materna, viciei e descobri que nao estou sozinha em algumas coisas e que sou diferente do mundo em outras. O mundo virtual tambem tira aquele sentimento de solidao ou alienacao qundo se esta em licenca maternidade ou sem trabalhar por um tempo. Alias seu blog eh uma graca. Bj

    ResponderExcluir
  5. Lindo seu blog, me ajude a divulgar o meu. estou lutando para trazer meu filho de volta. bjs
    http://meufilhodevolta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Estou repassando um selinho que fiz pro Théo, e gostaria de te convidar para fazer parte dessa corrente. Passe no meu blog e copie o selinho pro seu blog. Eu ficarei muito grata!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá Mari!
    Amei o blog, tenho um pequenino de 1 ano e 5 meses, e vivo cheia de ?! normal pra qm tem 23 anos...
    bjo grande e continue compartilhando experiencias! :*

    ResponderExcluir
  8. Boa pergunta... Por que escrevo?
    No fundo, no fundo... acho que não basta ser mãe, viver emoções que nunca havíamos imaginado e ver a nossa vida virar de cabeça pra baixo com a chegada de um novo ser. A gente tem a necessidade de dividir tudo com alguém. E só quem já passou por isso entende o que é.

    Precisamos contar as nossas histórias, dividir as nossas descobertas, ter sempre uma dica pra dar para uma amiga.

    Tem gente que prefere falar. Tem gente que prefere escrever, deixar tudo registrado para quem interessar.

    Acho que, além de tudo, escrevo para “eternizar” momentos únicos e especiais.

    Um beijo
    Mari (sua chará)
    http://dicasdamaricota.blogspot.com

    P.S. Adorei o seu blog, principalmente o post sobre as fotos da 2ª gravidez. Incrível como passei exatamente pela mesma situação. Pobre segundo filho...

    ResponderExcluir
  9. Eu comecei por ter inúmeras dúvidas sobre a gestação.... Depois se tornou um blog pra minha filha....

    ResponderExcluir
  10. Ihhhh, to achando que a Mari deu uma sumida. Serah que o embutido deu o ar das gracas?

    ResponderExcluir
  11. Ei Mariana!
    Acompanho seu blog ha algum tempo e nunca comentei... mas preciso corrigir que o seu blog não é só para mães! É para quem adora um bom texto, despretencioso e divertido. Amo suas abordagens! Quando estou precisando espairecer corro aqui no Pequeno Guia e as vezes releio alguns posts!!!
    Parabéns!
    Pois é não sou mãe, não tenho blog, mas também adoro o Chico!!!
    Continue escrevendo!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails