quarta-feira, 7 de julho de 2010

:: A Grande Inquisição, versão 2010


Peço desculpas desde já a quem se ofender possa, mas pre-ci-so desabafar:

Poucas coisas nessa vida me brocham mais do que ir ao nutricionista.

Nutricionistas me deprimem e me fazem pensar que ser saudável e ser feliz são pretensões inconciliáveis. Fibras, vitaminas e minerais são importantes, claro. Mas e a alegria, gente? Cadê?

Nutricionistas, assim como os dentistas, merecem nosso máximo respeito. Que profissão ingrata eles foram escolher! Só querem o nosso bem, e no entanto a gente sempre sai do consultório com uma certa raivinha e torcendo pra nunca mais ter que voltar. Eu, pelo menos, saio. Desanimada, castrada, como se tivessem cortado meu pau fora, se eu tivesse um.

Sei que cometo uma injustiça, mas não consigo deixar de pensar nos nutricionistas como os inquisidores do nosso tempo. Te botam num cadafalso e vêm, armados com pirâmides alimentares, com a missão de salvar a sua alma.

- Se arrependa!

- Ok, eu me arrependo.

- Diga alto!

- Eu me arrependo! Me arrependo do carboidrato simples, do açúcar refinado, da gordura vegetal hidrogenada e do glutamato monossódico!

- Renuncie!

- Renuncio à fritura de imersão, aos embutidos e à gema de ovo!

- Mas a gema foi absolvida.

- Então renuncio ao café!

- Hum, o café também foi absolvido.

- Gordura saturada? Corantes? Goma xantana?

- Ok, esses ainda valem.

- Pois me arrependo e renego todos eles!

Mas aí você é desmascarado:

- Prove sua palavra e sua fé! Receba esse copo de suco verde como símbolo de sua purificação.

- Suco verde nunca! NUNCA!

E então a turba enfurecida pede a sua cabeça, e você é atirado num caldeirão de água fervente. Com pouquíssimo sal, claro. E um fio de azeite extravirgem (que apesar de delicioso também é ótimo pra elevar o seu colesterol bom, vai entender).

Você morre, mas não sem antes dar um último grito de resistência:


- Café Vieneeenseeeeeeeee (a saber: 4 bolas de sorvete, café, calda de chocolate e muito chantilly. Meu desejo grávido número 3, tinha esquecido de contar.)

Na multidão, mães tapam os ouvidos de seus filhinhos. Crianças ainda puras, livres de todo o mal. Aos 7 anos, não sabem o que é brigadeiro. E assim hão de seguir, amém.

38 comentários:

  1. hahahaha...
    que texto ótimo Mari! amei!!
    já fiquei imaginando a coitada da Joana D´Arc (vulgo nós) se derretendo, dando seus gritos de guerra, ops, doces... mas se sofre nessa vida anti-carbos jezui!
    hehehehe...

    ResponderExcluir
  2. ahahahahaha vc é engraçada!!!

    ResponderExcluir
  3. meninaaa
    nem preciso ir ao nutri pra me sentir assim, te conto. Só o que leio por aí já me faz ser jogada por livre e espontanea vontade ná água fervendo com pouco sal e um fio de azeite. Tenho meda de ir (magina a reacao da pessoa médica se souber que eu comi 3 vezes no mc donalds em apenas 10 semanas de gravidez...).

    maaaas, td bem com o embutido?

    beijo!

    ResponderExcluir
  4. ai, gata! eu tb penso exatamente igual à vc. porém sou gordinha desde sempre e tenho que me controlar mega. mas acho que as magras podem se jogar... rs
    como anda essa barriga? e o nome do embutido?
    beijo e saudade!

    ResponderExcluir
  5. Hahahahaha! É, ser "totalmente saudável" requer muita força de vontade. Muita...rs.

    ResponderExcluir
  6. Nossa mari..
    ri muito com seu texto.
    hahahaha ..
    "...cortar o pau fora se eu tivesse um." foi a melhor..


    beijos ;**

    ResponderExcluir
  7. Totalmente apoiada nas suas impressões... que coisa mais "castradora"!!!!

    ResponderExcluir
  8. A-D-O-R-E-I!!!

    E o pior de tudo é que não entram num acordo essa turma. Um dia pode ovo, no outro não pode, ai pode só a clara, ai pode o ovo de novo.
    E o sal? Não era melhor obrigar o sal a vir logo com menos sódio? Já não tem que por iodo, então, manda tirar o sódio e pronto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Guria, morri de rir! Detalhe sórdido: sou nutricionista, pelo menos na formação acadêmica, mas não exeço mais a profissão por total incompatibilidade de gênios...rsrsrsrs

    Beijos!
    Nine
    www.minhapequenaisis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu texto!!!
    Fui uma vez na nutricionista durante a gravidez e nao voltei mais!!!Cai na dela e fechei a boca e o pior de tudo , não adiantou nada! Tive diabete gestacional. Me arrependi de nao ter comido tudo antes!!! Quero comer biscoito recheado de morango e ainda nao posso!!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Estou passando mal de dar risada!

    ResponderExcluir
  12. Noossaa...morrir de ria agora. Acho que logo, logo arderei na fogueira da nova inquisição...se não coloco minha dose diária de chocolate no corpo tenho pena de quem está perto de mim para aguentar meu humor, ou a falta dele...rsrrsrs
    Acho legal ter uma alimentação balanceada, mas acho essa radicalização do verde um exagero sem motivo.

    ResponderExcluir
  13. oque voce faz da vida que ainda nao escreveu um livro????? vai virar best seller COM CERTEZA!!!! vc arrebenta!
    bjs!

    ResponderExcluir
  14. hahahaha

    Mari, meu sobrinho resolveu estudar nutricao. Daí minha irma colocou ele num curso de culinária. Para aprender os dois lados da moeda.

    hilária vc

    ResponderExcluir
  15. Mari, excelente post. Eu não aguento mais esse massacrante discurso da vida saudável...

    ResponderExcluir
  16. que ótimo!!!
    dá vontade de ctrl_C ctrl_V!!!

    ResponderExcluir
  17. Há muito não lia nada tão maravilhoso, AMEI!

    ResponderExcluir
  18. Muito legal o texto, exprimiu tudo o que eu senti durante as consultas com a minha nutricionista na gravidez e antes dela. Agora estou adiando o momento de voltar lá...
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Menina, amei o texto e como li em algum comentário por aqui, você tem que escrever um livro !!
    E é verdade mesmo. Ontem mesmo postei no meu blog exatamente isso. O radicalismo nas coisas. Como disse, minha filha come sim brócolis e familiares, mas também gosta bastante do Mc e seus afilhados. Fazer o que né? Felizes somos !! beijos
    Fe
    http://nandapiovezani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Hahaha, adorei!!!!
    A minha nutricionista acha que não faço mais nada da vida, só cozinho os pratos que ela passa; que tenho super equipamentos na cozinha; e que minha intenção é me livar da comida do mal pra sempre. O suco verde (a receita daqui é couve, cenoura, maçã, linhaça, aveia, gengibre e limão)? A faxineira daqui de casa racha o bico de rir toda vez que tento tomar a gororoba.
    Não merecemos!!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  21. Texto hilario... mas verdadeiro....
    Eu tb fui uma vez para nunca mais....
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Menina, este repouso forçado deixou você afiadíssima. Que texto fantástico para representar fielmente o que sentimos diante da tragédia das dietas saudáveis!

    ResponderExcluir
  23. ADOREI!!! Texto muito bem-humorado e verdadeiro... rsrsrsrs....

    ResponderExcluir
  24. Amei! Como sempre muito engraçado!
    Também acho um porre ficar regulando tudo, mas se não quiser engordar demais, é isso que temos que fazer!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  25. Estou "pecando" nesse exato momento: frango frito e suco "tang"... heheheh...
    Bjão!

    ResponderExcluir
  26. hahahaha, voltou inspiradíssima!
    mandei pro marido, podia?
    ele viu sua foto grávida e te achou a cara da cleo pires.
    num te falei?

    ResponderExcluir
  27. Te entendo... como te entendo...
    Mas, pior do que estes, só mesmo os proctologistas!

    ResponderExcluir
  28. Hahahahhahah.

    Cleo Pires!!! TOTALLY!

    ResponderExcluir
  29. Fogo nelas!

    Vamos virar a mesa (de salada)!

    Te tiro da fogueira e te espero com um pote de pavê de morango com brigadeiro que eu fiz e comi hoje sem a menor culpa! (e depois vou ali na ponte me jogar e fazer uma lipo, nessa ordem...)

    Otimo post, como sempre!

    Beijinhos light, sugar-free, no carbs, sem gluten, 0% gordura trans pra vc ;-)

    Keiko

    ResponderExcluir
  30. Oi Mari, eu não compartilho de suas impressões ao sair da nutricionista não... talvez eu tenha tido a sorte de encontrar uma menos fanática! Foi muito pra mim ter me consultado com uma nutricionista durante a gravidez. E hoje em dia, to vivendo na pele (quer dizer, na pele do marido) a necessidade de melhorar nossos hábitos. No caso dele tem que ser radical mesmo, porque os conservantes e corantes se mostraram vilões mortais (literalmente). Meu último post fala justamente disso: http://enquanto-esperamos.blogspot.com/2010/07/o-que-tenho-aprendido-sobre-alimentacao.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. eu amo cafe vienense, tô contigo e nãoabro

    ResponderExcluir
  32. Amei seu texto. Nossa, na minha fase atual, total pé-na-jaca, uma fogueira seria pouco para mim. rs

    ResponderExcluir
  33. Tudo nessa vida pode... Desde que saiba dosar a quantidade e a frequência.
    Palavra de nutricionista que A-D-O-R-A seu blog.
    Vai em outra! Essas muito ortodóxas que apenas "vomitam" as leis da alimentação não estão com nada!!
    Infelizmente profissionais bocós em todas as profissões! :)

    ResponderExcluir
  34. hahaha adorei!

    beijos


    Pati

    http://coisasdemae.wordpress.com

    ResponderExcluir
  35. Hahahahahaha!
    Preciso confessar que sou nutricionista. Ao menos, me formei, mas resolvi me poupar do mundo dos salvadores de almas perdidas e rumei pro marketing.
    Só posso te contar um segredo: HÁ bons profissionais, que fogem da massificação da pirâmide, sabem que e constrói, com você, seu cardápio feliz. Não são muitos, eu sei, mas eles existem. E quando você encontrar, vai se apaixonar. =D
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails