terça-feira, 23 de março de 2010

:: Atenção gestantes! Sobre a vacina de gripe


Começou ontem a vacinação conta a gripe H1N1 (que aconteceu com o "porcina", gente? Era tão mais simpático!) pra grávidas, crianças e doentes crônicos.

Aí titia médica me ligou e disse pra eu ligar antes no posto de saúde pra saber se a remessa de vacinas que eles estão aplicando não tem um certo adjuvante. Pelo que fucei no site do Ministério da Saúde, foram compradas vacinas de 3 laboratórios, e um deles (GSK) usa o adjuvante (que vem a ser uma "substância imuno-estimulante", sacaram?). 

Aspas retirados do site do Ministério da Saúde, numa seção de perguntas e respostas:

"29) A vacinação da grávida é feita em qualquer idade da gestação?
Sim, como será utilizada a vacina que não contém o adjuvante, essa vacina é indicada para qualquer idade gestacional. A vacina que contém o adjuvante só poderia ser administrada a partir do 2º trimestre da gravidez.
O Ministério da Saúde optou, então, por vacinar a gestante somente com a vacina sem adjuvante por dois motivos: (1) para não atrapalhar a operacionalização da vacinação e (2) para evitar que qualquer intercorrência na gestação de mulher inadvertidamente vacinada antes do 2º trimestre da gravidez com a vacina que contém o adjuvante viesse a ser atribuída à vacina."


Parece que a remessa com adjuvante chegou primeiro, então é importante checar se a vacina que vão tomar é a livre de adjuvante, ok? Eu acho que vou deixa pra tomar mais pro fim da semana, just in case. Informem-se, barrigudas queridas!

(Em tempo: titia está aqui examinando Alice e acaba de me dizer assim: "ai que febre alta, será que ela pegou a H1N1?" - lembrando que sou gestante e Alice está tossindo e limpando ranho em mim há 3 dias. Agora imaginem a minha alegria em ouvir tão doces palavras... god!) 


15 comentários:

  1. É febre alta que voce nao consegue controlar com anti-termico? Se nao, fica "sossegada".

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Putz, já tomei hoje e não sei se tinha o tal negócio.
    De qualquer forma, estou no segundo trimestre mesmo, então tá ok.
    Beijos e valeu a dica.

    ResponderExcluir
  3. Não é uma febre altíssima (não chegou a 39)... mas tá difícil baixar até com novalgina, que costuma ser vapt-vupt! alivium e tylenol não fizeram nem cócegas... medo!!

    ResponderExcluir
  4. Meninas,
    Pesquisem BEM antes de tomar essa vacina!
    Tem mercúrio na fórmula!
    A gente sabe que a gripe normal mata bem mais que a H1N1 e ninguem fez tanto alarde. Eu não vou arriscar tomar uma vacina tão nova, que ainda não teve tempo de demonstrar os efeitos colaterais...
    Nos EUA a maioria das gestantes boicotaram a vacina.
    Vamos lembrar que no inicio da vacina da gripe normal, muitas pessoas pegaram a gripe "da vacina"...
    E o TIMEROSAL presente na vacina tem mostrado ser causa de autismo em crianças com difunção mitocondrial...
    Sei lá meninas..pensem a respeito, ok?
    Simplismente não vão até o posto de saude e tomem por que passou na tv ou até mesmo por que o medico disse que tem que tomar (eles tem que seguir as ordens da OMS, e com casos assim eles seguem ...agora referente a parto..amamentação...a coisa é bem diferente..).
    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Amiga, mas me diz: qual o problema do adjuvante? Bjs

    ResponderExcluir
  6. bem, bz, ia mesmo te sugerir um post sobre o assunto, pois você tem bons contatos e muitos(as) leitores(as) interessados(as).
    se depender da internet esta campanha de vacinação vai pro vinagre, pois circula de tudo, de informações desencontradas sobre a composição farmacológica das vacinas a teorias da conspiração...
    depois de uma pesquisa rápida em alguns sites de saúde e entrevistas com médicos e pesquisadores do instituto butantã li que o mercúrio presente na fórmula da vacina não é o metal em seu estado bruto, tóxico e letal, mas um composto químico tolerável pelo organismo. mas a cada dia citam uma nova substância no composto da vacina a qual devemos temer. creio que ainda faltam informações de fontes seguras que tranquilizem as gestantes e mães de bebês.
    por mais que, segundo as estatísticas, a gripe comum tenha feito mesmo mais vítimas do que a h1n1, vimos no ano passado que esta última fez mais vítimas entre gestantes do que a primeira, ou seja, somos do grupo de alto risco!
    apesar da minha g.o. ter advertido para não deixar de tomar a vacina, surge aquela pontinha de dúvida de um lado, enquanto por outro me sinto uma tonta que pode estar colocando a própria vida e a do bebezinho em risco por conta de um hoax, caso não me vacine e contraia h1n1.
    por via das dúvidas, farei como você, também deixarei mais para o final da semana.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Por aqui que a campanha da vacinacao ja acabou, todas as gravidas que eu conheco tomaram a tal da vacina, sem adjuvante, e tudo correu bem. Eu tb tomei, mas depois que pelo meu (auto) diagnostico, ja tinha pego a tal gripe, eu e a troupe toda, exceto marido, que ficou de enfermeiro geral. Todos devidamente porcinados por uma semana, a pior da qual me lembro. Tomara que Alice nao tenha a tal...ninguem merece.

    ResponderExcluir
  8. Não há de ser nada grave! Melhoras!

    ResponderExcluir
  9. sou leitora meio escondida, mas nesse post me senti na obrigacao de comentar. ano passado, no auge da gripe(suina mesmo, antes dela virar H1N1), eu e minha barriga de 19 semanas ficamos 3 dias internadas com suspeita de girpe suina, no quarto dia, apos a alta hospitalar, saiu o resultado, tinha sido mesmo a tal gripe, chego em casa e encontro a filha mais velha (um ano e meio na epoca), com febre , mesmo diagnostico da mamae.
    eu nao tive febrao, ela nao teve um febrao. fiquei internada so porque era grupo de risco e o titio medico insistiu muito.
    tomei tamiflu, a filha 1 tomou tamiflu. dia 24 de dezembro nasceu a filha 2, linda e perfeita.
    entao seguinte, se alice pegar é relativamente tranquilo, se vc pegar, fica tranquila, se for ao medico desde o dia 1 da gripe e for acompanhando a evolucao com atencao tbm vai ser tranquilo e acaba virando mais uma historia para contar da gravidez.
    beijo e boa sorte.

    ResponderExcluir
  10. Todas as gravidas que eu conheço aqui nos EUA tomaram a vacina. Na verdade, crianças, idosos e a turma da faixa etária intermediária também procuravam a vacina para H1N1 na farmácia em q eu trabalho. Tem muita informação desencontrada por aí, é preciso se educar!

    ResponderExcluir
  11. Mariana,
    Muito obrigada pela informação! Acabo de descobrir que o posto de saúde ao lado da minha casa recebeu justamente o lote com adjuvante. Disse-me a enfermeira desse posto que eles estão orientando as gestantes que se encontram no 1º trimestre a não tomar esse lote, mas... quem garante?

    ResponderExcluir
  12. Eu tomei no primeiro dia, mas, quer saber? Duvido que o pessoal do posto soubesse informar. Eles não sabem muita coisa, só cmnprem ordens. Não tive reação alguma e nem doeu (a de gripe normal, que já tomei, dói mais). De qualquer forma, estamos no segundo trimestre, então nem me preocupo. Aliás, qual o problema do adjuvante?
    Fico com medo destas restrições, porque aí é mais um argumento pro povo não tomar, porque, como disseram aqui, o que não falta é gente incitando a não tomar na internet (principlamente as listas de mães xiitas).
    Isso do mercúrio é balela, mas o povo adora falar. Prefere se "informar" em e-mails anônimos que no Ministério da Saúde e na OMS. Triste.
    E melhoras pra Alice, vai baixar (a febre)!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mariana,
    Sobre a vacinação, acho que há um exagero da mídia e da indústria da doença, digo, farmacêutica, mas cada cabeça, uma sentença, e vacina-se quem quiser e puder. Antes dessa celeuma sobre a vacinação contra a gripe H1N1 veio a loucura pela vacinação contra a rubéola. Ao menos aqui na minha cidade parecia que estavam vacinando gado. Éramos abordados nas portas dos shoppings, em lanchonetes, em qualquer lugar. Eu optei por não me vacinar, então sempre tinha que mentir.
    Voltando à vacinação contra a H1N1, vi esse post bastante elucidativo de um brasileiro que mora na França. Lá, a ministra da saúde teve que voltar atrás e rescindir a aquisição de 50 milhões de doses, o que gerou um lucro altíssimo aos laboratórios, por causa da multa pesada (claro, eles nunca perdem).
    Se quiser, dá uma lida:
    http://pelejar.blogspot.com/2010/03/espirro-de-porco.html

    Bjs, adoro seu blog.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Só uma colocação...
    Seria muito bom que realmente as pessoas se informassem com fontes SEGURAS, não apenas em listas de mães..xiitas ou não.
    Mas o TIMEROSAL, tem como base o mercúrio, que já foi retirado de MUITAS vacinas infantis, pois SIM é comprovado que o mercúrio é o responsável direto pelo aumento do número de casos de crianças autistas, ou que desenvolvem algum tipo de autimos.Infelizmente a vacina da gripe ainda contem essa substancia.
    Mais um fato interessante...os cientistas só conseguem ter certeza sobre efeitos colaterais apenas alguns anos depois da aplicação da vacina na massa (nós), foi isso que aconteceu com as vacinas infantis que antes continha o timerosal (mercúrio).
    Acho que cada um tem que escolher o risco que quer correr. Se pudessemos fazer escolhas 100% seguras nessa questão seria perfeito, mas infelizmente não é assim.
    Ah..bem a tempo...tem outra coisa que seria PERFEITA, que as pessoas seguissem a OMS nas questões: parto (normal - taxa idicada 85%, taxa real 10% ou menos) e amamentação (exclusiva até os 6 meses e depois até os dois anos pelos menos), mas cada macaco no seu galho!!

    Beijocas
    Fê (filha de quimicos que não vacinaram seus filhos e mãe xiita (talvez) da Luiza e do Felipe que chega em julho)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails